LIRAa - Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti
logo SUS e PBH
Acessos
243602
Notícias
SMSA divulga resultado do LIRAa de outubro

O Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti – LIRAa, de outubro de 2016, demonstra que 0,6% dos imóveis pesquisados em Belo Horizonte conta com a presença da larva do mosquito. Ou seja, a cada 100 imóveis pesquisados, em menos de 1 foram encontrados focos do Aedes aegypti. A pesquisa realizada em cerca de 45 mil imóveis revelou que 83% dos focos do mosquito estão dentro dos domicílios. Dentre os criadouros predominantes, destaque para os inservíveis (tampinhas, potes de margarina, garrafas) que representam 17,4% dos criadouros, seguido pelos vasos de plantas (13,7%) e pelas caixas d´água (12,8%).

O LIRAa identifica as áreas da cidade com maior proporção/ocorrência de focos do mosquito e os criadouros predominantes. De acordo com a padronização do Ministério da Saúde, o índice de infestação larvária recomendado para evitar epidemia é de até 1%. O LIRAa realizado em outubro do ano passado também apontou um índice de 0,6%. Confira o LIRAa por regional:
 

Regional LIRAa
Barreiro 0,6
Centro Sul 0,3
Leste 0,5
Nordeste 0,6
Noroeste 0,6
Norte 0,5
Oeste 0,5
Pampulha 0,7
Venda Nova 1,1
Total BH 0,6

 

Secretaria Municipal de Saúde . Av. Afonso Pena . 2336 . Funcionários . Belo Horizonte . MG